Prêmio Brasilidade

Prêmio Brasilidade

Iniciativa do Sebrae/RJ, idealizado pela promotora Izabella Figueiredo, com a coordenação técnica da Universidade Veiga de Almeida (UVA) e apoio do CentroDesignRio, o Prêmio Brasilidade - lançado em janeiro deste ano, no Espaço Sebrae do Fashion Rio – tem o objetivo de transformar a moda em uma atividade sustentável. As inscrições estão abertas até o dia 31 de agosto no site www.premiobrasilidade.com.

A premiação é voltada para micro, pequenas e médias empresas, instituições de ciência e tecnologia social, públicas ou privadas, do setor de moda fluminense que introduzam novas soluções que gerem menos impacto no meio ambiente como elemento relevante em suas estratégias de atuação e crescimento. Seja por uma gestão empresarial ecoeficiente, que pode ir da instalação à embalagem; pelo produto – em coleções ambientalmente corretas com material reciclado, orgânico ou natural cru, nas modalidades: roupa, acessórios e calçados –, ou por pesquisas inovadoras e sustentáveis, que utilizem materiais reciclados e soluções sustentáveis. A avaliação terá como foco principal a produção e produtos que, por excelência, reduzem o impacto no ambiente.

As inscrições podem ser feitas no site www.premiobrasilidade.com – onde os candidatos encontrarão o regulamento – e estarão abertas até o dia 31 de agosto deste ano. Os vencedores serão anunciados na próxima edição do Fashion Rio, em janeiro de 2010, e ganharão além de cursos de MBA em moda na UVA e de gestão empresarial do Sebrae/RJ, direito à exposição de sua coleção no Espaço Sebrae do Fashion Rio de janeiro, além da participação no catálogo de Moda do Prêmio Brasilidade e divulgação na mídia nacional.

Como surgiu o prêmio – O modo de pensar sobre o meio ambiente está mudando em todo o mundo. O que começou na década de 80 como uma tendência, hoje virou a única saída para a sustentabilidade do Planeta. O impacto que processos industriais causam ao meio ambiente é visto cada vez mais como algo a ser evitado ou minimizado.

O Brasil tem um terço da biodiversidade planetária, o que faz com que ações que tenham como foco uma melhor convivência se tornem relevantes. Se antes elementos eram facilmente encontrados na natureza e considerados infinitos, hoje já se sabe que, em um futuro próximo poderão acabar e colocar em risco a sobrevivência da humanidade. O maior bem renovável disponível no planeta - a água - é um desses exemplos. Por isso é necessário que o consumo seja reduzido. Foi justamente pensando na sustentabilidade do ser humano que foi lançado o Prêmio Brasilidade.

Empresas e indústrias brasileiras de diversos portes e setores já incluem em seu orçamento gastos com coleta seletiva, reciclagem ou controle de poluição. Já buscam alternativas para preservar recursos naturais, reaproveitar materiais e descartar da melhor forma os resíduos e minimizar o impacto das suas atividades na natureza. Essas ações, além de agradar ao consumidor, são um importante diferencial competitivo para as empresas de menor porte, além de ser uma forma de garantir recursos dos quais as próprias empresas poderão necessitar no futuro próximo. E o argumento de que iniciativas como estas comprometem a lucratividade estão caindo por terra, na medida em que descobrem que desgastar menos o ambiente gera mais economia com a redução de custos com matérias primas, energia, água e outros recursos.


Serviço:
Prêmio Brasilidade
Informações, regulamento e inscrições: www.premiobrasilidade.com